Alex Ferro

 

Alex Ferro nasceu no Rio de Janeiro. Entre 2012 e 2016 trabalhou como fotógrafo oficial do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e produziu um banco de imagens único. São mais de 150 mil registros aproximadamente – editadas e tratadas –, entre fotos esportivas, da cidade do Rio de Janeiro e de comportamento.

Ferro iniciou a carreira em 1989, no jornal O Povo na Rua, no Rio de Janeiro. Mas foi nas revistas Manchete e Ele & Ela (Bloch Editores) que teve a oportunidade de associar a cobertura de pautas diárias à criação de propostas temáticas, como foi o caso das coberturas exclusivas de Carnaval.

A partir de 2008 passou a fazer viagens regulares a Portugal, dividindo o tempo entre o Rio de Janeiro e Lisboa, em circuito só interrompido após o ingresso no Rio 2016. Na capital portuguesa, Alex Ferro trabalhou no desenvolvimento de conteúdos nas áreas de moda, bem como em reportagens e ensaios para o grupo Cofina. Ao longo dos anos, somando atividades no Brasil e no exterior, especializou-se em coberturas longas e megaprojetos. Também acumulou experiência em trabalhos institucionais e comerciais de natureza corporativa e voltados para empresas privadas.

Possui equipamento de última geração, multiuso, o que permite exploração de uma enorme variedade de efeitos na produção de imagens outdoor –aéreas (sobrevoos fotográficos de longa duração) e aquáticas, por exemplo – e indoor – arquitetura, estúdio, eventos etc.

“Em um ensaio fotográfico, como o de moda por exemplo, busco associar o tema à realidade que encontro ao meu redor. Mesclo várias estéticas, usando não só a técnica do street photographer, mas aproveitando outros recursos que me permitam valorizar a arquitetura das cidades e de suas festas, com sua variedade de luzes.”

ENSAIOS

  •  “Sal, o fim de uma era” – extensa documentação sobre o fim das centenárias salinas no Rio de Janeiro (1999)
  • “Igrejas Neogóticas de Petrópolis” – livro sobre a arquitetura da Cidade Imperial de Petrópolis (2000)
  • Especial “Manchete Carnaval” – editor de fotografia (2005, 2006 e 2007)
  • “Edifício: Cidade Nova” – ensaio de 21 meses sobre a construção do primeiro Greenbuiding (edifício verde) do Rio de Janeiro (2006 a 2008)
  • “Circuito Sítios Históricos da República” – Calendário, Ministério da Cultura (2010)
  • “Cooperativa de Queijos de Idanha a Nova” – ensaio fotográfico extenso sobre um dos ex-libris da culinária Portuguesa (2011)

EXPOSIÇÕES

  • “Alegoria dos Poros” (Casa da Guia, Cascais, Portugal, 2011)
  • “Suburbana” (Coletiva, Galeria Pretos novos, 2012)
  • “Santo Forte” (Individual, Instituto Pretos Novos – IPN – Galeria Preto Novos, 2013)
  • “Alegoria dos Poros” (Individual, Estação Cultura, Campinas, 2014)
  • “Bodies in Transit” four contemporary artists (Coletiva, Firehouse Gallery, Nova York, 2015)
  • “Vale dos Reis” (Individual, Centro Cultural Justiça Federal – CCJF, Gabinete de Fotografia, 2016)